sábado, 4 de fevereiro de 2017

Biografia: Homero - e o imaginário ocidental

Homero (850 a.C.)
Texto integral.
Pouco se sabe sobre Homero. Acredita-se que era um poeta cego, viveu na Grécia no século oito antes de Cristo e escreveu duas das mais importantes epopeias da história da civilização. Ele pode ter sido um menestrel ambulante ou um contador de histórias na corte de uma das cidades gregas. Há mesmo quem acredite que ele seja um personagem imaginário, criado apenas para justificar as obras que lhe são atribuídas.
Na mesma época em que se supõe que tenha vivido Homero, aparecem na literatura grega dois poemas épicos: a Ilíada e a Odisseia. Tendo como pano de fundo a Guerra de Tróia, eles são tão impressionantes que resistiram durante séculos como obras-primas literárias. A Ilíada conta a história de Aquiles e sua desavença com seu comandante Agamenon a respeito de Briseida, uma escrava troiana. Aquiles se recusa a combater os troianos, mas quando seu amigo Pátroclo é morto por Heitor, um general troiano, Aquiles decide entrar na batalha para vingá-lo.
A Odisseia narra os dez anos em que Ulisses teve que enfrentar os monstros e gigantes, na terra e no mar, antes de regressar a Ítaca. Lá, ele é forçado a derrotar diversos homens que tentavam cortejar sua esposa Penélope, que já havia se convencido de que seu marido havia morrido. No final, Ulisses recupera seu trono em Ítaca e se une novamente a Penélope.

Outras obras foram atribuídas a Homero, mas seu verdadeiro legado está nos inúmeros trabalhos que foram inspirados na Ilíada e na Odisseia, nos personagens e na mitologia que ele criou.
Referências:
YENE, Bill. 100 Homens que mudaram a história do mundo. Rio de Janeiro: PocketOuro, 2009.

Um comentário: