terça-feira, 30 de novembro de 2010

A Participação das Diferentes Classes sociais na França (1848-1852) segundo Karl Marx.

Qual foi o papel de cada classe social francesa nestes emblemáticos 4 anos (1848-1852) segundo Marx.
A burguesia industrial liderando a revolução de fevereiro de 1848 põe fim à monarquia de julho do rei Luiz Felipe que foi instaurada em 1830 e cria a segunda república onde se instaura o governo provisório. A burguesia industrial republicana tem destaque especial neste momento, pois como vanguarda revolucionaria organiza e lidera uma coalizão de classes com o intuito de derrubar a aristocracia. Essa ampla aliança de classes é formada pela burguesia industrial de tendências republicanas e liberais, a pequena burguesia de tendências democratas, a classe operária de tendências socialistas utópicas e a massa camponesa de forma esporádica.  (...)
Essa coalizão de classes forma o governo provisório comprometido em convocar uma assembléia nacional constituinte.
O problema é que os interesses da classe operária eram antagônicos aos interesses das outras classes sociais. E diante da incapacidade da burguesia francesa em aderir às reivindicações da classe operária esta resolveu assumir a frente do processo revolucionário promovendo em junho de 1848 a primeira revolução socialista da história. Do massacre resultante desta fracassada insurreição surge o general cavaignac.
Com essa revolta, a burguesia industrial e todas as outras classes possuidoras da França se organizam em alianças temendo outras insurreições. O medo de outra insurreição operária, faz com que a burguesia francesa se jogue nos braços de Luiz Bonaparte. Em dezembro de 1848 Luiz Bonaparte ganha as eleições
A partir de 1848 a burguesia, não só na frança, como em toda a Europa perdeu todo seu caráter revolucionário, cedendo seu poder político em troca da conservação do poder econômico. A partir deste momento a classe operária torna-se a vanguarda da revolução.
Em 1849 a pequena burguesia na busca de regulamentar a constituição de forma democrática, da inicio a uma insurreição que também é massacrada. As outras classes possuidoras então se organizam em torno do partido da ordem. Um partido formado para a contenção da revolução. E em maio de 1850 o partido da ordem abole o sufrágio universal voltando ao voto censitário, deixando bem claro as três maiores classes numericamente falando (operária, pequena burguesia e campesinato), que seus interesses seriam “atropelados”.
Essas três classes então recorrem, mesmo a contra gosto de seus lideres políticos, a Luiz Napoleão, aquele que dentro do Estado ainda é oposição ao partido da ordem. E assim em dezembro de 1851 Bonaparte da o golpe e o partido da ordem é incapaz de evitá-lo.
Iniciando-se assim a primeira ditadura moderna, concentrando todos os poderes, porém, com sufrágio universal. Consolidando seu golpe em novembro de 1852, quando Luiz Bonaparte se auto-proclama imperador Napoleão III.

A PARTICIPAÇÃO DAS DIFERENTES CLASSES SOCIAIS NA FRANÇA ENTRE 1848-1852 SEGUNDO KARL MARX EM O 18 BRUMÁRIO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário